FLACSI

Idioma:
Síguenos Facebook YouTube

Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar – Colégio Anchieta

Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar – Colégio Anchieta
foto Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar – Colégio Anchieta

Ficha técnica

Colégio Anchieta Porto Alegre

Porto Alegre - Brasil

Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar

Estudiantes y Profesores de Enseñanza Fundamental y Media / Alunos e professores do Ensino Fundamental II e Ensino Médio

Uso de TIC's y Renovación Pedagógica / Uso das TICs e Renovação/Inovação pedagógica

Implantar um espaço para ensino prático da matemática no Ensino Fundamental II e Ensino Médio dentro do espaço da Biblioteca do Colégio Anchieta cuja concepção e prática se caracterizam como inéditas.

a) Criar um espaço para demonstrar a prática da matemática: Criar um ambiente especializado, moderno, que desenvolvesse no aluno o entendimento da matemática nas suas diferentes facetas, que promovesse o desejo de entender mais, que despertasse o interesse por descobrir, manuseando e explorando aquilo que faz parte do cotidiano do aluno num ambiente agradável tendo como principal instrumento a tecnologia; b) Fazer juz à missão da Biblioteca: Há uma década, a missão da biblioteca do Colégio Anchieta foi definida como ser um espaço de aprendizagem e de convivência inovador, promovendo, num trabalho integrado com professores, produtos e serviços que aproximem o aluno e o professor do ambiente da biblioteca para a busca de conhecimento; c) Proporcionar um espaço e serviço duplamente inovadores: Inovador para o ensino e aprendizagem da matemática, pois o comum em escolas brasileiras, e mesmo no exterior, são laboratório de ensino até o 5. Ano; e Inovador como um serviço de Biblioteca Escolar: estudos realizados apontaram como inédito este serviço em biblioteca escolar. Além do espaço (por si só inédito) há todo o serviço de apoio ao professor para ministrar suas aulas, seja para aquisição de materiais, atualização de conteúdos de matemática, bem como uso de tecnologia; d) Promover exemplo ao aluno quanto à frequência dos professores na biblioteca: é fato que os professores das disciplinas de exatas são os que menos frequentam as bibliotecas escolares com seus alunos. Nesse sentido, já se percebia na Biblioteca do Colégio Anchieta o mesmo problema (90% dos professores de matemática não frequ3ntavam a biblioteca. Havia quem a não conhecia); e) Promover melhor desempenho no aprendizado da matemática: No Brasil, assim como em outros países, a matemática se tornou a grande vilã da aprendizagem, desde as séries iniciais até o ensino médio, chegando a ser responsável por altos índices de reprovação. No Ensino Médio, estudos mostram que 67% dos estudantes brasileiros têm desempenho crítico em matemática, o que por si só é suficiente para que se pense em alternativas facilitadoras para melhorar o processo de ensino e aprendizagem desta disciplina; f) Estimular os alunos das aulas de matemática para retiradas de materiais de leitura e estudo: embora seja uma escola que investe bastante em leitura, sabe-se que a frequência, mesmo que esta seja, digamos, obrigatória, para uma aula, estimula o aluno a utilizar novos e/ou mais recursos disponíveis na biblioteca; g) Aumentar a frequência de usuários: embora os números de usuários fossem muito satisfatórios, as aulas ministradas no ambiente da biblioteca promovem mais circulação de usuários, e sabe-se que com o passar do tempo estes mesmo usuários passam a frequentar o espaço espontaneamente; h) Estreitar laços entre área pedagógica e Biblioteca: os objetivos, aparentemente diferentes, mas inspiradores e desafiadores, uniram duas áreas que estavam totalmente dissociadas (biblioteca e matemática) e envolveu outras áreas do Colégio, como área administrativa, num trabalho com total sinergia; i) Servir de inspiração/modelo: criar serviços inovadores em bibliotecas escolares é possível se os profissionais estiverem atentos, focados na missão deste setor dentro da escola. A quebra de paradigma acerca do que uma biblioteca pode contribuir no meio pedagógico pode servir de inspiração e estímulos para outras instituições, mostrando que as possibilidades são infinitas, assim como na matemática

Descripción

Descripción de la Experiencia

No Brasil, 67% dos estudantes do Ensino Médio têm desempenho crítico em matemática. A bibliotecária do Colégio Anchieta, que iniciou seus estudos em Licenciatura Matemática observou tal dificuldade, bem como o pouco uso da Biblioteca pelos professores desta disciplina. A solução inovadora: criar um Laboratório de Matemática para Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Um espaço com tecnologia, visualmente diferente, que tira o aluno da rotina da sala de aula, onde a imaginação e o interesse pela matemática são instigados, com fácil acesso à pesquisa e que supri a dificuldade em visualizar o concreto e transportar o conteúdo para o cotidiano. E tudo isso dentro da Biblioteca! Inédito no Brasil.

¿Por qué esta Experiencia es Significativa?

O Laboratório de Matemática dentro da Biblioteca promoveu ganhos multiplicados: a matemática é aprendida em detalhes e aplicada à vida. O uso das tecnologias é inovador para esta prática no Ensino Médio e motiva os alunos, garantindo melhor entendimento e desempenho nas avaliações. Por ser dentro da Biblioteca há maior circulação de alunos e professores neste ambiente, o que colabora para o maior uso do acervo. O ganho em qualidade de ensino e aprendizagem é grande e reconhecido pelos pais. Atualmente o Laboratório tem servido de exemplo para muitas escolas que procuram o Colégio Anchieta na intenção de aprender com este projeto

Resultados

foto Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar – Colégio Anchietafoto Laboratorio de Matemática como Servicio de Biblioteca Escolar – Colégio Anchieta