FLACSI

Idioma:
Síguenos Facebook YouTube

Companhia de Jesus: “Abrir os olhos e ver coisas novas” – Anuário 2015

Publicado el miércoles 1 de abril, 2015

headerCompanhia de Jesus publicou seu Anuário 2015, onde o tema principal é a ecologia e meio ambiente. Estes problemas são analisados ​​e dá exemplos de como evitar a destruição do ecossistema, que afeta a os mais pobres do mundo, propõe um novo estilo de vida.

Ao longo deste artigo, vê como os jesuítas estão a tomar cada vez mais consciência de que a sua missão deve “mostrar uma mais eficaz solidariedade ecológica em nossa vida espiritual, comunitária e apostólica”.

Precisamente, na última Congregação Geral (CG 35), a Companhia de Jesus disse que “o cuidado do meio ambiente afeta a qualidade do relacionamento com Deus, com os outros seres humanos e com a própria criação ‘afetam’ o centro da fé “.

port

A cultura da sobriedade compartilhada

Dois artigos iniciais apresentar o assunto no Anuário e abordar traços espirituais da Ecologia, onde os três aspectos ecológicos de preocupação para os jesuítas são considerados:

  1. 6O Cuidado com a natureza: os jesuítas acreditar que, porque somos seus “cuidadores” Sabemos que, amá-lo e protegê-lo.
  2. A defesa dos mais vulneráveis: as comunidades mais pobres e as gerações futuras, com populações menos contribuiu para a deterioração do meio ambiente são, porém, mais expostas a catástrofes ambientais e mais sofrendo seus efeitos.
  3. A proposta de um novo estilo de vida: “o estilo de vida consumista dos países que dizemos desenvolvidos, bem como as populações ricas destes países não pode atingir a todos, porque o planeta não tem muitos recursos” e por isso precisamos de uma “cultura da sobriedade compartilhada”, respeitoso da criação e da solidariedade para com os mais vulneráveis.

Em seguida, o Anuário apresenta experiências que a empresa realizou ou envolvidas em diferentes partes do mundo.

kenya3

Hekima College (Kenia)

Da África conta como o jovem jesuítas Hekima College (Kenya) vivem em problema da comunidade e como uma fazenda na Zâmbia mostra que é possível obter colheitas abundantes, respeitando a natureza. Do livro Latina linha de texto sobre os grandes desafios ecológicos a partir de uma perspectiva holística espiritual, científico e ético, com base na espiritualidade inaciana está presente.

camboya

Río Mekong (Camboya)

A contribuição da Ásia é abundante. A partir da experiência dos “Amigos de árvores” na Índia, para a defesa do Rio Mekong, no Camboja, a defesa da ilha de Jesu na Coréia, o que levou à prisão de um jesuíta e experiência dos Jesuítas na Ásia -Pacífico, cuja vida em meio a ciclones e desastres naturais.

Anuário Europeu traz uma atividade patrocinada por uma escola profissional de Portugal nos seus esforços para promover os valores da justiça social, sem dissociar a luta contra a pobreza dos problemas ambientais “.

Fonte: Agencia Informativa Católica Argentina